iG - Internet Group

iBest

brTurbo

meninos

20/06 - 08:45hs

Qual é o jeito certo de se barbear?
Conheça todos os truques para um barbear perfeito e sem cortes!

Larissa Drumond

Alguns pelos já despontaram e começaram a crescer por todo o seu rosto e ninguém nunca falou o que você deveria fazer, como removê-los e quando seria a hora certa de colocar a lâmina em ação. Não pense que é apenas molhar o rosto com água e sabão e sair raspando, porque não é bem assim! “O primeiro passo é lavar o rosto com água quente e ensaboar para remover a gordura da pele ou tomar banho antes para ela ficar mais ‘amolecida’”, aconselha Walmor Martins de Souza, cabeleireiro e barbeiro há mais de 30 anos.

Se sua pele for oleosa, mista, seca ou mais sensível, não existe nenhum creme ou espuma específicos, mas lembre-se sempre de jogar fora a lâmina descartável depois de utilizá-la quatro ou cinco vezes e jamais empreste ou use a de outra pessoa devido à falta de higiene e o risco de contrair hepatite. Além disso, “a lâmina cega não desliza e o garoto pode sentir dor ao puxar o pelo”, explica Ademir Jr., dermatologista pela Internacional Association of Trichologists e membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, da Sociedade Brasileira de Termalismo e da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

A temperatura da água também deve ser levada em consideração. “Se estiver muito quente durante o barbear, a pele pode ficar desidratada e ressecada, por isso, a morna seria a ideal para proporcionar mais conforto”, afirma Ademir Jr.

Por mais que a pele pareça mais sedosa e o corte seja mais rente quando o pelo é removido do lado contrário do sentido em que nasce, a direção correta de raspá-lo é a mesma de seu crescimento para evitar a aparição da pseudofoliculite, o nome formal daqueles pelos encravados bem chatinhos!  “Não convém tirar os que sobraram com pinça, porque pode machucar; o melhor é esperar a barba crescer novamente”, alerta Walmor.

Se, sem querer, você se cortou durante o processo, não se desespere, isso é bastante comum! Aplique uma pomada cicatrizante no mesmo dia e prolongue o uso apenas se a lesão estiver evidente.

Os barbeadores elétricos, por sua vez, funcionam pela alta rotação do cabeçote, que, quando gira, corta o pelo de forma eficiente. Não é preciso trocá-los com frequência, porque eles são feitos justamente para durar muito. “O barbeador pode provocar o encravamento de pelos apenas nas primeiras vezes em que é usado, mas não há uma explicação científica para isso, é apenas uma adaptação à nova maneira de se barbear”, esclarece o dermatologista.

Agora que você já sabe como eliminar os pelos e o que fazer caso algum corte seja feito, a última coisa é aplicar a loção pós-barba, que contém certo teor de álcool para remover microfissuras e microlesões que talvez nem foram percebidos. “A loção é muito importante para eliminar qualquer presença de microorganismos e o gel ou creme calmante também é bom para refrescar o rosto”, recomenda o barbeiro.

Em casos de pelos excessivamente grossos, existe a possibilidade da depilação a laser, apesar de ser muito dolorida mesmo com a utilização de métodos de analgesia, como resfriamento ou pomadas anestésicas. O lado bom é que a espessura e o número de pelos reduzem bastante. “Dependendo do tipo da pele e da barba, os pelos podem voltar, principalmente por causa da testosterona, por isso homens precisam de muito mais sessões do que mulheres: de 8 a 15, em um espaço médio de 45 dias”, finaliza o médico.

Você costuma se barbear com um espaço de quantos dias? Quais produtos você usa? Compartilhe com a gente!

Leia mais sobre: barba

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias