iG - Internet Group

iBest

brTurbo

meninos

28/03 - 18:39hs

Trocar de amigos, mudar o visual e o jeito de ser
Vale a pena fazer sacrifícios para ser popular?

Thaís Pontes

Um garoto que foi nerd a vida toda, que sempre só pensou em estudar, nunca gostou de balada, sempre se deu mal com as meninas e foi superdiscriminado por isso pode virar popular de um dia para o outro?

Essa é a polêmica que a série Greek, do Universal Channel, apresenta. O protagonista, Rusty, interpretado pelo ator Jacob Zahar, é um nerd de primeira categoria que quer mudar de vida agora que entrou na faculdade. Para ser popular e se divertir, ele quer ingressar numa fraternidade (grupos que definem tribos em algumas universidades americanas). A série mostra como esses grupos podem ser “panelas” segregadoras e o preconceito que quem fica de fora deles enfrenta.

Greek ilustra que os nerds não sabem o que é diversão, mas que ao mesmo tempo, os populares são fúteis demais. Você concorda com isso?

O protagonista da trama vai passar por maus bocados para tentar ser popular, e isso inclui deixar para trás quase todo seu jeito de ser. Então levantamos a questão: vale a pena se sacrificar em nome da popularidade? Responda nossa enquete e deixe seu comentário.

Trocar de amigos, mudar o visual e o jeito de ser. Vale a pena fazer sacrifícios para ser popular?
Sim. Ninguém merece passar despercebido para sempre

Vale qualquer coisa para se sentir mais feliz

Não. Isso é coisa de gente sem personalidade, Maria vai com as outras

Querer ser popular é coisa de gente sem conteúdo



A consulta é realizada somente entre internautas e não tem valor de amostragem científica

 

Saiba mais sobre Greek clicando aqui!

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias