iG - Internet Group

iBest

brTurbo

25/08 - 15:00hs

Espinhas penianas
Leitor quer saber o que elas podem representar

Dr. Ricardo de La Roca

“Caro Ricardo,

Tenho 17 anos, descobri seu site ontem umas 2:00 da madrugada, já li muitos posts/tópicos, mas até agora não achei minha dúvida.

Tenho algumas ‘espinhas’, no corpo do pênis, ela começa mais ou menos junto com o começo do pênis e se estender até pouco antes da glande, nas laterais inferiores de ambos os lados. Não tem o aspecto de uma espinha normal, algumas são um tanto quanto profundas formando uma bolinha que não pode ser retirada, e outras mais na superfície da pele ao serem apertadas, liberam uma ‘massinha’ branca, algo bem semelhante a uma espinha.

Tenho certeza que não é nenhuma doença DST, pois ainda sou virgem, e nem as chamadas glândulas de Tyson, já pesquisei sobre elas no seu tópico e na internet. (coisa que eu também não conhecia e fiquei sabendo no seu site).

Queria dar os parabéns pelo site, que deve ajudar muitas pessoas. Espero ansiosamente uma resposta, em meio aos posts”


Quero agradecer as gentis palavras de nosso internauta, como reconhecimento ao objetivo primordial deste espaço, um veículo eletrônico em que as pessoas possam livremente encaminhar dúvidas e nós, dentro da ética e compromisso moral, ajudarmos com orientações e conselhos.

Uma das grandes limitações é, primeiramente, não haver um vínculo profissional entre as partes, pois, como médico não posso medicar, tratar, dar diagnósticos e julgar sem conhecer a pessoa e ter estabelecido um elo profissional, limitando-me a aconselhar dentro das boas normas de conduta. Paralelamente, é impossível responder certas questões sem ter examinado o paciente, arriscando então diagnósticos sem ter visto as lesões, que muitas das vezes se parecem, podendo, com isto, ser irresponsável quanto ao juízo e a qualquer tratamento sugerido. A consulta médica é o meio correto para termos um diagnóstico correto e o tratamento necessário e eficaz.

Nesta pergunta acima transcrita, podem estar presentes algumas situações dermatológicas, como por exemplo, folículos pilosos infectados, cistos sebáceos subdermicos, sendo estas duas situações bastante frequentes nas laterais do corpo peniano. Lembramos que o fato de espremermos estes cistos pode acarretar uma inflamação local, com a possibilidade de uma infecção oportunista num local macerado.

A orientação que podemos dar é que ele passe em consulta com um médico urologista ou dermatologista para a correta interpretação destas lesões, assim recebendo tratamento direcionado e as devidas orientações de como proceder frente ao surgimento destas “espinhas”.

E você, também quer enviar a sua dúvida? Mande um e-mail para o Dr. Uro. Comente!

Leia mais sobre: saúde


Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias