iG - Internet Group

iBest

brTurbo

16/06 - 10:38hs

Perda de sensibilidade da glande
Quais os riscos que a operação da fimose pode oferecer?

Dr. Ricardo de La Roca

Dr. Uro, fiz uma cirurgia da fimose há três anos e passado esse tempo, tenho notado certa perda de sensibilidade na glande. Pois como a "cabeça" do pênis fica descoberta, o mesmo passa a "roçar" mais com a cueca e começa a criar uma camada mais rígida. Fico preocupado com isso, porque acho que quanto mais o tempo passar, mais grosso pode ficar essa camada, ocasionando problemas de sensibilidade. Gostaria da sua opinião sobre o assunto!



A cirurgia de fimose tem sido cada vez mais indicada, segundo orientação da Organização Mundial de Saúde, pois está provado que nos homens portadores da fimose, as doenças sexualmente transmissíveis podem ser muito mais frequentes do que naqueles que operaram, retirando o excesso prepucial. Essas doenças sexualmente transmissíveis, englobam o HPV (verrugas genitais) e o HIV responsável pela AIDS.

Por outro lado, temos que considerar que se houver uma boa higienização peniana, prudência durante os relacionamentos sexuais com uso de preservativos, o risco diminui consideravelmente.
A cirurgia da fimose, como em qualquer procedimento cirúrgico, tem bons e maus resultados. Os resultados ruins são frequentemente relacionados com a retirada em excesso da pele prepucial, fazendo com que na ereção surja dor e esticamento excessivo da pele. Cicatrizes grossas e irregulares também comprometem quanto a estética e aparência do pênis.

Mas considerando que a cirurgia foi bem feita e a recuperação satisfatória, é normal haver uma mudança da sensibilidade, não por lesão nervosa, mas pelo fato de antes da cirurgia a glande ser coberta pelo prepúcio com uma proteção, úmida e quente, gerada pelo calor por dentro da fimose, e após a cirurgia, com a exteriorização da glande, a mesma ficará em contato com as vestes íntimas e nos primeiros meses existe até um aumento da sensibilidade, que vai gradativamente cedendo, a pele ficando mais queratinizada, e com isto a sensibilidade está preservada, mas é diferente de antes.

Isso não atrapalha nas relações sexuais, nem causa transtornos, uma vez que a memória sensitiva vai mudando com o passar dos meses, mas nunca irá evoluir para uma perda sensitiva total. Em alguns casos, pode até existir uma queratinização exacerbada, o uso de cremes hidratantes faz com que a glande volte a ter um tônus e viço normais, sendo que só o médico urologista ou dermatologista poderá avaliar qual o melhor tratamento a ser instituído.

E você, também quer enviar a sua dúvida? Mande um e-mail para o Dr. Uro. Comente! 

Leia mais sobre: fimose



Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias