iG - Internet Group

iBest

brTurbo

01/08 - 19:45hs

Mito ou verdade?

Testosterona pode fazer aumentar o pênis?

Dr. Ricardo de La Roca

Alguns internautas perguntam se podem ser medicados com hormônio masculino para aumento do pênis.

Isso vai depender da idade, da real necessidade de cada um, e de um delicado balanço entre os benefícios e malefícios do uso da testosterona.

O tratamento pode ser adotado em casos de pacientes com baixos índices deste hormônio no sangue e que estejam sofrendo com suas conseqüências – como a baixa de libido, disfunção erétil, fraqueza ou cansaço muscular, depressão, melancolia, e notando o pênis um pouco menor.

A testosterona pode ser usada desde que sejam analisados fatores como a saúde da próstata, o crescimento ósseo.

Se a causa da diminuição hormonal for por hipofunção testicular, obesidade ou por  medicações que alteram o funcionamento do eixo hipotálamo-hipofisário–testicular, a reposição pode funcionar.

Em excesso
O uso crônico do hormônio pode resultar na diminuição da produção de espermatozóides e na diminuição do tamanho dos testículos, pois o organismo se acostuma com uma fonte externa de testosterona e deixa de estimular as gônodas a produzirem, acreditando que as taxas estão normalizadas dentro do próprio corpo.

Em pacientes adultos, com herança genética para o câncer de próstata, é formalmente contra-indicado o uso de testosterona, já que o tumor é estimulado por esse hormônio.

Solução para o problema
A correção dos distúrbios que levaram à diminuição hormonal é o caminho correto, e normalmente é assim orientada pelos médicos.

Se for realmente confirmada a necessidade do uso de hormônio para um melhor desenvolvimento do pênis, a testosterona poderia ser aplicada direto no local em forma de gel ou creme, sem trazer as conseqüências de uma circulação sistêmica.

Essa técnica é bastante efetiva em crianças com retardo no desenvolvimento do pênis, mas também pode ser utilizada no adulto - com uma menor eficiência, mas com bons resultados.

Só o médico urologista ou endocrinologista pode julgar a real necessidade e os benefícios deste tratamento, portanto não encorajamos ninguém a se automedicar, pois, por incrível que pareça muitos jovens acham seus pênis pequenos, sem realmente assim o terem, e podem sofrer alterações sérias e até irreversíveis com o uso indiscriminado de testosterona ou outros androgênios e anabolizantes.

E você, tem alguma dúvida? Mande pra gente ou deixe um comentário!

Leia mais sobre: aumento peniano



Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias