iG - Internet Group

iBest

brTurbo

12/03 - 10:33hs

Compulsão por sexo

É normal pensar em sexo a toda hora?

Laura Muller

Uma garota de 17 anos enviou a seguinte dúvida para a gente: “Não consigo controlar minha vontade de fazer sexo. Só penso nisso a toda hora... e está me atrapalhando até! É uma doença???” Será que é? O que você acha? Vamos pensar por etapas:

• DE ONDE VEM TANTA VONTADE? Da adolescência! É típico dessa fase de iniciação sexual uma vontade enooooooooorme de curtir, de sentir prazer, de fazer coisas novas e de saborear tudo o que é gostoso, cada vez mais. E esses desejos são muito saudáveis! Que bom que você se estimula com a vontade de fazer sexo! Isso é positivo! O que é ruim é essa parte da “tortura”. Explico melhor: não é bacana ficar preocupada demais com isso ou com aquilo, ou achar que é “doença”, ou que tem algo de errado.  Pode não ser bacana também quando você fica meio que paralisada: ou seja, deixa de fazer uma coisa importante para você porque está com essa história martelando a sua cabeça. Mas, em geral, pensar em sexo é saudável e natural. Relaxe!

• QUANDO É DOENÇA? É quando vira vício, uma compulsão sexual. Mas aí vai além dessa vontade que você sente! A pessoa viciada em sexo é como aquela viciada em drogas, ou em jogo, ou em qualquer outra coisa. Essa pessoa não consegue passar um dia sequer sem ter várias relações, se masturba o dia todo e, mesmo depois de ter tido várias transas no mesmo dia, nunca se sente satisfeita. Nunca está bom. Nunca sai realizada, com aquela sensação gostosa de que curtiu algo muito legal. O vício, que a gente poderia chamar de doença, é mais ou menos por aí. E não me parece ser o seu caso!

• E UMA DICA FINAL? Busque o equilíbrio: é muito bom pensar em sexo e sentir prazer. Mas também tem milhões de outras coisas interessantes para pensar e sentir prazer. Abra espaço para tudo isso, mas sem se culpar por sentir desejo sexual. Saudável é quando a gente consegue se encantar com várias coisas na vida. Invista nisso, mas sem abrir mão do que já lhe dá prazer! 





Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias