iG - Internet Group

iBest

brTurbo

meninas

09/10 - 15:38hs

Entrevista com a banda Stevens
O vocalista Lucas Adam fala sobre o grupo, influências, a fama – e consequentemente as garotas –, sobre videogame... Enfim, tudo o que interessa a um cara da banda

Da Redação do Jovem

Caso você costume ouvir rádio, com certeza já deve ter escutado as faixas ‘O que você sempre quis’ ou ‘Parecia estar’. Gostou? Então continue lendo. Elas são da banda Stevens, composta por quatro rapazes que foram se conhecendo graças a parentes, amigos e gostos musicais em comum, e batizada com um nome que homenageia todos os Stevens da música mundial. “Steve Stevens, Cat Stevens, Steve Vai... Há vários Stevens, mas nenhuma banda chamada Stevens”.

O grupo acaba de lançar seu primeiro álbum por uma grande gravadora e já está no processo de filmagem de seu segundo vídeo clipe. “Apesar de ser cansativo, gostamos muito”. Mas se a fama tem seu preço, há a recompensa, se é que você me entende... “A música tem um poder muito forte nas pessoas, e quando isso é massificado pela rádio, TV, internet e jornais, é normal que mais pessoas te conheçam e mais meninas se interessem (risos)”. Curtiu? Então continue sintonizado na entrevista que Lucas Adam, o vocalista da banda, deu ao iG Jovem.

iG Jovem - Há quanto tempo a banda existe?
Lucas Adam -
O Stevens existe desde 2007, logo depois que nos conhecemos.

iG Jovem - Como vocês se conheceram?
Lucas Adam -
Eu conheci o Ricco quando ele veio passar um final de semana na minha casa a convite do meu irmão mais velho, já que os dois eram amigos de colégio. Depois desse dia, o Ricco me apresentou o Luca, seu irmão mais novo, e o Keko, seu amigo de infância. Logo vimos que tínhamos gostos musicas em comum e decidimos formar o Stevens

iG Jovem - A formação sempre foi a mesma?
Lucas Adam -
O Ricco, o Luca e Keko já tinham tido uma banda antes que não deu certo, porém, desde que formamos o Stevens a formação sempre foi a mesma.

iG Jovem - De onde vem o nome 'Stevens'?
Lucas Adam -
Além de nos agradar sonoramente e em sua escrita, Stevens foi um jeito que achamos para homenagear artistas como Steve Stevens, Cat Stevens, Steve Vai entre outros Stevens da música. Pensamos “Há vários Stevens, mas nenhuma banda chamada Stevens” e logo decidimos ficar com o nome.

iG Jovem - Quais são suas influências?
Lucas Adam -
Nós quatro gostamos de bandas mais antigas como The Beatles, Queen, The Who, Oasis e bandas mais contemporâneas como Maroon 5, Jet, Kings Of Leon, McFly, Muse. Nesse nosso primeiro disco, vejo muito dessas influências, principalmente de The Beatles, Maroon 5, Oasis e McFly. Acredito que foram as bandas que mais nos inspiraram nesse trabalho

iG Jovem - Já foram chamados de emos?
Lucas Adam -
Algumas vezes. Houve um movimento onde surgiram muitas bandas Emos, então as pessoas se acostumaram a rotular qualquer banda nova de Emo depois disso, mas logo quando ouvem o som do Stevens percebem que não há influências do Emo na banda.

iG Jovem - Qual a relação de vocês com Wander Taffo?
Lucas Adam -
Conhecemos o Wander Taffo no Festival Interno do Colégio Objetivo (Fico) de 2007, onde ganhamos os prêmios de melhor banda e melhor música inédita, e eu ganhei o prêmio de revelação do Festival. O Wander era o organizador do festival e logo depois me deu uma bolsa para estudar guitarra na sua escola de música, a EM&T. A partir daí, criei um relacionamento mais pessoal com ele e o convenci a escutar o Stevens. Ele gostou e quis trabalhar com a gente, produzindo a música ‘O que você sempre quis’ e nos apresentando para seus contatos no meio da música, dessa maneira criando as oportunidades que tivemos. Além da parte profissional, o Wander nos ensinou muitas coisas em pouco tempo, e isso foi o mais importante de tudo o que ele nos proporcionou.

iG Jovem - Vocês foram descobertos no Fico, é isso?
Lucas Adam -
Foi no Fico onde conhecemos o Wander Taffo. Não sei se fomos descobertos por ele ou nós o descobrimos (risos).

iG Jovem - Foi a primeira vez que vocês tocaram no festival?
Lucas Adam -
Sim, foi a primeira vez que tocamos no Fico e a primeira vez que participamos de um evento daquele tamanho. Foi sem dúvida um marco na nossa carreira.

iG Jovem - Já fizeram a trilha sonora de alguma novela ou filme? Se não, já há propostas?
Lucas Adam -
Há um seriado no canal Boomerang chamado ‘Temporada de Moda Capricho’ e há três músicas de nosso álbum como trilha. São as músicas ‘Zero a cem’, ‘Algum lugar’ e ‘Não tenho hora pra voltar’, porém, nunca fizemos uma trilha sonora para uma novela ou filme. Seria muito legal, mais um desafio na nossa carreira que gostaríamos de enfrentar.

iG Jovem - Qual música de vocês está tocando nas rádios?
Lucas Adam -
Estamos trabalhando nesse momento o nosso segundo single, ‘O que você sempre quis’, que está tocando em todas as rádios. Mas nosso primeiro single, ‘Parecia estar’, ainda toca também. Então quando as pessoas ligam o rádio elas podem ouvir essas duas músicas nossas.

iG Jovem - Vocês acabaram de gravar o primeiro CD. Já há previsão de um próximo álbum?
Lucas Adam -
Acabamos de lançar nosso primeiro disco pela Universal e nesse momento estamos ocupados em divulgar esse álbum. Estamos compondo normalmente, mas ainda não pensamos em uma previsão para gravar um próximo álbum, espero que as pessoas gostem do ‘De zero a cem’ e que façamos muitos shows e apresentações antes de gravar o segundo.

iG Jovem - E como foi gravar o primeiro clipe? Ainda mais com uma atriz da Globo?
Lucas Adam -
Como tudo o que aconteceu com a gente, foi uma experiência nova. Apesar de ser cansativo, gostamos muito, pois sempre imaginávamos como era gravar um vídeo clipe e realmente é muito divertido. Agora acabamos de gravar nosso segundo, da música ‘O que você sempre quis’. Esse clipe novo estará disponível para todos logo mais.

iG Jovem - Como é começar a ficar famoso?
Lucas Adam -
As coisas mudam um pouco, pois agora não vamos ao shopping ou a qualquer lugar público sem sermos reconhecidos. A gente sabe que isso é consequência de uma trabalho que começamos quando gravávamos nosso disco, então ficamos muito felizes quando as pessoas pedem para tirar fotos e elogiam nossa música.

iG Jovem - E o número de fãs, tem crescido muito?
Lucas Adam -
Cada vez mais. Isso é o que nos motiva a compor músicas mais e mais. É muito gratificante para nós sabermos que a cada vez que a música é executada nas rádios ou o clipe executado na TV mais pessoas se interessam pelo nosso som. Acredito que isso mostra se fazemos sucesso ou não. Isso é o que vale para nós.

iG Jovem - Tem mais meninas interessadas em vocês agora?
Lucas Adam -
Sem dúvida (risos)! A música tem um poder muito forte nas pessoas, e quando isso é massificado pela rádio, TV, internet e jornais é normal que mais pessoas te conheçam e mais meninas se interessem (risos).

iG Jovem - Preferem Guitar Hero ou Rock Band?
Lucas Adam -
Gostamos dos dois! Jogamos muito os dois. Esse jogos tiveram uma sacada muito boa e são importantes, pois incentivam indiretamente as pessoas a começarem a tocar instrumentos.

iG Jovem - Beatles ou Rolling Stones?
Lucas Adam -
Beatles. Somos apaixonados pelos Beatles. Há diversas músicas deles que gostaríamos de ter composto. É fascinante escutar todos os seus discos e ver a evolução desde o primeiro ao último. É isso que mostra a genialidade deles, desde músicas simples como ‘Love me do’ até ‘Strawberry fields forever’. Isso não quer dizer que não gostamos de Rolling Stones. Admiramos muito eles, sem dúvida tiveram um papel tão importante quanto o dos Beatles para a música.

iG Jovem - Quais os planos a partir de agora?
Lucas Adam -
Keep Rocking. Vamos continuar divulgando nosso primeiro álbum para o maior número de pessoas que quiserem ouvir, muito show e evoluir como banda e como pessoas. Espero aprender muito com tudo isso.

E aí, curtiu a entrevista? Deixe um comentário!

Leia mais sobre: música

*Receba essa e outras notícias no seu celular. Envie igigirl para 49094.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias