iG - Internet Group

iBest

brTurbo

09/05 - 16:29hs

Entrevista: Luan Santana promete carreira internacional "num futuro próximo"

No Rodeio de Jaguariúna, Luan fala sobre o próximo CD e os quitutes que não podem faltar em seu camarim

Nathália Ilovatte, iG São Paulo

>"Quero casar com todas as minhas fãs", diz Luan Santana
>Vídeos de Luan cantando "Baby" atingem 285 mil acessos
>Siga o iGirl no Twitter!

No último sábado, o cantor Luan Santana se apresentou para um público de cerca de 30 mil pessoas no Rodeio de Jaguariúna, interior de São Paulo. Supersimpático e cheio de energia, Luan provocou histeria e lágrimas do começo ao fim do show e, entre fogos de artifício e chuvas de coração, comentou sobre a responsabilidade de cantar para o público de um evento tão respeitado.

Pouco antes de subir ao palco para fazer o público entoar, em uníssono, sucessos como “Minha boca você não beija mais”, Luan conversou com o iG Jovem sobre carreira internacional, inspiração e comida. Veja o bate-papo:


Em Jaguariúna, Luan encantou um público de 30 mil pessoas

iG Jovem - Qual o próximo passo de sua carreira após o lançamento do DVD?
Luan Santana -
A gente só esta esperando as músicas desse DVD fazerem mais efeito. Mas já começamos com o pé direito, “Um Beijo” e “Amar não é pecado” estão em primeiro e segundo lugar nas rádios do Brasil, as duas músicas mais tocadas no país são minhas. Acho que qualquer artista daria tudo para estar no meu lugar, então estou muito feliz com o que está acontecendo comigo, e a gente tá pensando em carreira internacional num futuro próximo.

iG Jovem - E como vai ser?
Luan Santana -
Vou pegar as melhores músicas desse CD e do anterior e gravar em espanhol para tentar o mercado latino, que é o primeiro passo.


Durante o show, o cantor puxa a fã mais animada para dançar

iG Jovem - Que artista inspira a sua carreira?
Luan Santana -
Sempre fui fã de Zezé e Luciano, desde que nasci. Eles estouraram no ano que eu nasci com “É o amor” e a minha vida inteira vi o crescimento do Zezé. Então me espelho não só musicalmente, mas na história de vida também.

iG Jovem - Cantar em rodeio te deixa mais à vontade e “em casa” ou te faz sentir mais pressionado?
Luan Santana -
Acho que é uma energia diferente, não tem essa coisa de ser melhor ou pior. A maioria dos shows que a gente faz é em rodeio, em exposição... Só que Jaguariúna já tem um peso natural. A gente quer fazer o melhor show, dar o melhor de si e Jaguariúna é muito grande, tem muita gente, então a ansiedade com certeza vai a mil.

Luan falou sobre a responsabilidade de cantar no Rodeio de Jaguariúna

iG Jovem - Com tanto sucesso, como você mantém a cabeça no lugar?
Luan Santana -
Não fico encanado com essas coisas, não questiono muito. Acho que minha criação me permite manter os pés no chão, sempre tentando vencer, porque é uma guerra que a gente tem que vencer a cada dia, e a gente só depende dos fãs. Se os fãs estiverem do nosso lado, a gente sempre tá bem.

iG Jovem - Você já cantou com artistas de peso como Ivete Sangalo. Tem mais alguma parceria em vista?
Luan Santana -
Em vista não, mas tenho muita vontade de cantar com o Roberto Carlos.

iG Jovem - E o que não pode faltar no seu camarim?
Luan Santana -
Uva passa, frango assado e salada.

Veja nossa playlist especial em homenagem aos cowboys!





Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias