iG - Internet Group

iBest

brTurbo

15/07 - 18:04hs

Com álbum "encalhado", Miley Cyrus pode ter exagerado na sensualidade
Público que sempre foi fiel à cantora reclama de sua atitude em "Can't be Tamed", que tem vendas 72% menor que disco de estreia

NYT

> Veja também: vote na enquete sobre o futuro de Justin Bieber
> Kristen Stewart fará stripper em "Welcome to the Rileys"
> Siga o iGirl no Twitter!

Talvez você pense que são umas mães superprotetoras que se estão se revoltando contra a exposição mais sensual de Miley Cyrus em “Can’t be Tamed”. Mas, não é bem assim. São as meninas americanas que pensam que Cyrus foi longe demais – e muitas delas já estão mudando de ídolo.

Perry Hamm, que mora na região de San Francisco (EUA), adorava Hannah Montana desde os oito anos de idade. Aos 10 ela comprou um ingresso para o filme ("Hannah Montana: o Filme") e também uma das três milhões de trilhas sonoras vendidas antes da estréia do filme. Em setembro último ela conseguiu um ingresso para o show da estrela pop, um dos mais cobiçados entre os adolescentes em 2009.

Fãs americanas Regan e Jenna­ Ellis: "Ela [agora] parece tão velha..."

Mas, agora com 11 anos, Perry vem perdendo o entusiasmo pela cantora de 17. Ela preferiria que Cyrus trocasse as camisetas justinhas e as botas Uggs pelas saias usadas por sua personagem de TV. Ela também continua intrigada sobre porque Cyrus posou aparentemente nua, com apenas com um lençol em volta do corpo, para a revista Vanity Fair dois anos atrás. “Eu não sei o que estava passando na cabeça dela”, Perry se pergunta em voz alta.

Quando Cyrus lançou seu hino pós-adolescente “Can’t Be Tamed”, no mês passado, sua antiga fã devota ficou indiferente, impassível – dentre outras coisas – diante do vídeo sexy da cantora.

“Achei estranho”, foi a opinião de Perry sobre as asas de pássaro e o espartilho de fitas pretas usados por Cyrus. “Minha impressão é que ela está agindo come se tivesse 25 anos. Ela parece tão velha... Ela está velha demais para si mesma”. Como outras garotas da mesma idade, Perry já se cansou da cantora. Segundo a Nielsen SoundScan, empresa que acompanha vendas de música, as  primeiras semanas de venda de "Can’t Be Tamed", álbum voltada para o público mais adulto, somaram meros 102.389 – número 72% menor que o de sua estréia solo de 2008, "Breakout", e 33% menor que "Time of Our Lives", lançado no ano passado, ambos muito populares entre os adolescente. 

De acordo com dados da E-Poll Market Research, empresa de pesquisas do mercado de marcas e celebridades, o interesse por Cyrus teve uma queda no público entre os 13 e os 17 anos. Dentre os participantes da recente pesquisa online, apenas 24% disseram que gostam, ou gostam muito, da cantora, comparado com os 45% de 2008. Pesquisas realizadas entre os pré-adolescentes vêm mostrando a diferença. Tina Wells, executiva do segmento de pesquisas de mercado e consultora de empresas que figuram na lista da Fortune 500, disse que em abril Cyrus apareceu em sétimo lugar na lista das celebridades mais adoradas entre as crianças de 8 a 12 anos de idade. Dois anos atrás ela ocupava o primeiro lugar.

Cyrus se recusou a dar entrevistas porque está se preparando para sua próxima atuação no cinema, disse sua porta-voz Meghan Prophet. Mas, segundo informações postadas em seu blog, a cantora está pronta para começar de novo. “Estou super empolgada para que esse novo capítulo de minha vida comece logo”, ela escreveu no dia 11 de junho.

É complicado para qualquer astro adolescente trilhar o caminho até a idade adulta (Britney Spears e Lindsay Lohan que o digam!). Mas, parece que Cyrus está alienando seus fãs bem mais rápido do que vem conquistando novos. Parte da culpa vem do episódio de pole dance na premiação Teen Choice Awards do ano passado, e do vídeo postado recentemente no TMZ que mostra a estrela fazendo um show de dança erótica para um diretor de cinema de 44 anos.

Para as mães de algumas fãs de Cyrus, sua conturbada transição de ídolo adolescente para ícone sexual se tornou um momento de aprendizado. “Estou impressionada com o fato de as crianças perceberem a mudança e dizerem que ela não é mais interessante. Elas já não se identificam mais com ela”, disse Megan Calhoun, da cidade californiana de Ross, fundadora do blog TwitterMoms - que conta com mais de 26.000 mães como membros. Algumas delas expressaram consternação em relação à mudança de personagem de Cyrus. “Parece que essas jovens estrelas não se dão conta que isso é um balde de água fria”, disse Calhoun.

Alguns pais creditam tal comportamento às angustias da adolescência. “O que ela está passando não me surpreende, são os hormônios em fúria. Ela está testando os limites e o que é apropriado”, disse Wendy Ellis mãe de duas crianças de Odenton.

Ellis disse que discutiu com as filhas se era ou não apropriado que elas se vestissem como Cyrus. Regan concluiu que Cyrus usava shortinhos minúsculos porque ficava sexy em cena. “Não é minha função dizer para Miley Cyrus como ela deve se vestir. Se me sinto desconfortável, desligo a TV”, disse a mãe.

Os pais não conseguem monitorar cada minuto do que as crianças assistem. A californiana de San Francisco Valerie Gonzáles, 15 anos, gosta dessa coisa burlesca de Hannah Montana desde a estréia do programa, em 2006. Foi por isso que ela ficou chocada ao ligar a TV para assistir o Teen Choice Awards, em agosto passado, e dar de cara com Cyrus dançando em micro shorts e botas pretas.

“Eu não gosto muito quando ela se expõe tanto”, disse Valerie. Recentemente ela ficou chocada com Cyrus contorcendo-se em uma cama de plumas de pavão no vídeo de Can’t Be Tamed. “Não acho que ela está seguindo o caminho certo”, disse Valerie.

Os adolescentes são o principal público de Cyrus, mas a cantora está buscando fãs mais velhos também, o que deixa aos pais o ônus de explicar suas razões. Uma mãe associada ao blog TwitterMoms postou o seguinte comentário: “Como mãe, é minha função explicar à minha filha porque a Miley está mudando e também de salientar que ela é artista, atriz e cantora”.

Gary Marsh, presidente de entretenimento e diretor de criação do Disney Channels Worldwide, disse que aparentemente os adolescentes estão diferenciando Cyrus da personagem que ela representa. Isso é bom para a Disney, que ainda tem uma última temporada de episódios e um galpão lotado de produtos Hannah Montana para promover (a Disney já vendeu 13,2 milhões de cópias do álbum Hannah Montana e o programa esta no primeiro lugar da lista dos preferidos dos canais pagos dentre os telespectadores de 9 a 14 anos – além de ser visto em 150 países). Marsh disse que não é responsabilidade da Disney guiá-la em sua transição. “O papel da rede de TV não é dar conselhos pessoais”, disse ele.

Alem disso, sempre vai haver um rostinho novo para satisfazer o público adolescente. Valerie agora está encantada por Selena Gomez, estrela do programa Wizards of Waverly Place, do canal Disney.  E pouca gente consegue ignorar a recatada cantora country de 20 anos que já se tornou uma favorita do público: Taylor Swift. Ellis já teve de explicar a Regan o significado da frase “gave everything she had to a boy” (ela já deu tudo o que pode dar a um garoto), da faixa intitulada 15 da cantora. Perry mal conseguia conter sua excitação quando o nome da cantora foi citado, “Eu acho que ela é um encanto! As músicas dela não saem da minha cabeça!”, ela exclamou.





Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG



Contador de notícias