College 11 em “Que Talento!”: “Difícil não foi gravar, mas perder medo de atuar”

Por Natália Eiras , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Mayra e Bruno estreiam, neste sábado (24), a primeira série da Disney a ser completamente gravada no Brasil. Em entrevista ao iG, eles falam sobre o medo de fazer feio na frente das câmeras, o processo de preparação e a vontade de estrelar um filme

Divulgação
Bruno e Mayra interpretam eles mesmos na série da Disney "Que Talento!"

Mayra Arduini, 20, e Bruno Martini, 21, ficaram conhecidos como a dupla College 11 quando músicas como “Go!” e “When Loves Come Around” caíram no gosto do público teen. Com fãs por todo Brasil e até na Argentina, os jovens agora têm mais um desafio pela frente: estrelar a própria série de TV. “Que Talento!”, a primeira produção da Disney Channel totalmente gravada no Brasil, estreia neste sábado (24) e marca a primeira experiência em atuação dos artistas. “Difícil não foi gravar, mas perder o medo de atuar”, diz May em entrevista ao iG.

LEIA MAIS:  Aos 10 anos, americano é DJ profissional
Ator de "Jiraiya" virá ao Brasil em novembro


Divulgação
Esta é a primeira vez que eles se aventuram no mundo da atuação. "Ficamos contente com o convite, mas também assustados", diz Bruno

Segundo a cantora, demorou para ela parar de ficar encanada com a própria performance como atriz. “Porque, desde pequenos, estamos envolvidos apenas com a músical”, diz.

Apesar de terem feito aparições musicais em “Violetta”, eles nunca tinham atuado até então. Para se sentirem mais seguros, os artistas se prepararam durante dois anos.

Siga o iG Jovem no Twitter

“Foi quando perdemos os nossos medos”, respira, aliviada, a artista, que diz ter se inspirado em Demi Lovato, em “Sunny Entre Estrelas”, e Miley Cyrus, em “Hannah Montana”.

Em “Que Talento”, os jovens interpretam eles mesmo. Mas, claro, em uma versão mais ~exagerada~. “Na vida real, eu sou mais fechado. No seriado, o Bruno tem uns momentos mais insanos”, ri o guitarrista.

A trama mostra o College 11 como parte da Barulho Talents, a agência de talentos de Champ, feito por Gabriel Calamari, cuja sede fica na garagem de sua casa. Em busca da uma chance de brilhar, o trio acaba se metendo em várias situações engraçadas e conta tudo no vlog da empresa.

E MAIS: Bianca lança o single "Speak Not"; ouça

E, para quem tava cheio de medo de atuar, a dupla parece ter realmente gostado de ficar na frente das câmeras. Eles confessam ao iG Jovem a vontade de estrelar um longa-metragem e até arriscar também na dança.

Bruno e Mayra estrelam a série "Que Talento!". Foto: DivulgaçãoA série é a primeira produção brasileira a ser exibida pela Disney em toda a América Latina. Foto: Divulgação"Que Talento!" estreia na TV neste sábado (24). Foto: DivulgaçãoEsta é a primeira empreitada cênica do College 11. Foto: DivulgaçãoBruno e Mayra estrelam a série "Que Talento!". Foto: DivulgaçãoCollege 11 em "Que Talento!". Foto: DivulgaçãoA série é a primeira produção brasileira a ser exibida pela Disney em toda a América Latina. Foto: Divulgação"Que Talento!" estreia na TV neste sábado (24). Foto: DivulgaçãoEsta é a primeira empreitada cênica do College 11. Foto: DivulgaçãoBruno e Mayra estrelam a série "Que Talento!". Foto: DivulgaçãoA série é ambientada em uma agência de talentos chamada Barulho Talents. Foto: DivulgaçãoA série é a primeira produção brasileira a ser exibida pela Disney em toda a América Latina. Foto: Divulgação"Que Talento!" estreia na TV neste sábado (24). Foto: DivulgaçãoEsta é a primeira empreitada cênica do College 11. Foto: DivulgaçãoBruno e Mayra estrelam a série "Que Talento!". Foto: DivulgaçãoA série é ambientada em uma agência de talentos chamada Barulho Talents. Foto: DivulgaçãoA série é a primeira produção brasileira a ser exibida pela Disney em toda a América Latina. Foto: Divulgação"Que Talento!" estreia na TV neste sábado (24). Foto: DivulgaçãoEsta é a primeira empreitada cênica do College 11. Foto: DivulgaçãoBruno e Mayra estrelam a série "Que Talento!". Foto: Divulgação

Ah, os fãs das músicas do College 11 não precisam ficar tristonhos: tem novidades quentinhas vindo por aí. “Estamos finalizando um álbum com as músicas que escrevemos nos sets”, afirma Mayra.

E MAIS: E se "Game of Thrones" fosse da Disney?

Confira a entrevista completa a seguir:

iG: Como foi receber o convite para a série?
Bruno: Eu e a May começamos como músicos e quando recebemos o convite do “Que Talento!”, o primeiro projeto brasileiro da Disney a ser exibido em toda a América Latina, a gente ficou super contente, mas ao mesmo tempo meio assustados. Eu e a May, até então, não éramos atores. Mas rolou um preparo muito forte para fazermos os personagens e, no fim das contas, foi bem divertido.

Divulgação
Eles haviam feito aparições musicais em "Violetta"

iG: Vocês interpretam vocês mesmo. Qual é a diferente entre o Bruno e a Mayra da série dos da vida real?
Mayra: Há várias diferenças, eles são personagens fictícios, mas o baseamos em coisas reais. O meu papel é super espoleta, alegre, divertido e está sempre indo na onda do primo, o Champ [interpretado por Gabriel Calamari]. Na vida real, eu também sou mais assim também. O Bruno é exatamente o que ele é na vida. Não é Bru?
Bruno: O meu personagem é o mais pé no chão, eu acho. Sempre preciso trazer as pessoas para a realidade, o que é verdade. Na vida real, eu sou um pouco mais fechado. No seriado, o Bruno tem uns momentos mais insanos, ele dá uma virada. [risos]

iG: Qual foi a parte mais difícil de fazer a série?
Mayra: Difícil, assim, não foi gravar, mas perder esse medo de ser um ator ruim. Porque, desde pequenos, estivemos apenas no meio da música, apesar de amarmos o mundo das artes em geral. A gente não tinha tanta segurança na parte cênica e a gente se preparou. Foi quando perdemos os nossos medos.
Bruno: No começo da preparação, foi bem difícil pra mim entender que o Bruno era um personagem na série. Foi difícil fazer essa diferença. Entender isto foi bem complicado. A parte mais difícil foi quando o nosso coach ficou sentado, com umas pessoas do lado, e ele virou pra mim e pediu para eu fazer ele rir.
Mayra: É, foi bem assustador mesmo.
Bruno: Porém, no fim da preparação, tudo saiu mais naturalmente.

iG: E a parte mais legal?
Mayra:
Tudo foi incrivelmente legal. Não tem nada que não foi legal. A gente fez umas amizades muito intensas. Criamos um elo muito forte. E isto fez tudo muito divertido.
Bruno: Durante a preparação, passei por um processo de autoconhecimento. Você se estudar o próprio corpo, e entender um pouco mais de você. Saí uma pessoa completamente diferente. Descobri coisas que até então eu não sabia sobre mim mesmo.

iG: Vocês se inspiraram em algum artista em especial?
Bruno:
Sempre fui fã de séries e os da Disney inclusive. Eu comecei a assistir o seriado de TV de uma forma diferente, para agregar algo. Eu adoro o Joey, do “Friends”.
Mayra: Sou muito fã das séries da Disney. Nesta época, fiquei observando bastante a Demi Lovato, a Miley Cyrus. Mas tentei dar uma diversificada, tentei dar uma pegada mais adolescente, não tão adolescente. A Demi foi uma grande inspiração para mim. As expressões dela são muito engraçadas.

iG: Vocês pensam em continuar seguindo o caminho da atuação? Fazer um filme, talvez…
Mayra: COM CERTEZA! Para você ser um artista completo, você precisa se arriscar. Se jogar, sem envolver em qualquer coisa de arte. Não só em atuação, mas em dança também. A gente gostou bastante de atuação. Estou louca para continuar a estudar interpretação e ir por este lado.

iG: E como fica o College 11?
Mayra: A gente deu uma paradinha com os shows por enquanto, mas, agora com o fim das gravações, estamos terminando de gravar um CD com as músicas que escrevemos nos sets.

CONTINUE LENDO: Brasileiro faz “vaquinha” para tocar piano nos EUA
Catarinense entra para o Guinness como o digitador de SMS mais rápido do mundo

Leia tudo sobre: college 11disneysérietv

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas