“Pedro & Bianca” mostra adolescência com "profundidade, leveza e humor"

Ambientada em uma escola pública, série tem identificação com a realidade como arma para atrair o público jovem. Nova atração da TV Cultura, estreia nesse domingo (11), às 14h30

Bruno Capelas , iG São Paulo |

Divulgação/TV Cultura
"Pedro & Bianca" quer mostrar conflitos jovens, como sexo, namoro, bebida, escola e trabalho de maneira franca na telinha

Os irmãos Pedro e Bianca são parte de um milagre - ou quase. Gêmeos bivitelinos, Pedro é branco, e Bianca é negra, em um acontecimento que tem 0,0001% de chances de se tornar realidade. Aos 15 anos de idade, os dois se preparam para entrar no primeiro ano do Ensino Médio de uma escola pública.

Esse é o mote da série “Pedro & Bianca”, que estreia este domingo (11), às 14h30, na TV Cultura, e pretende mostrar o universo adolescente em um ambiente menos careta e mais próximo da realidade do o que é exibido em “Malhação” e “Rebelde”. Sem querer fugir de temas considerados tabus, a série traz entre os personagens principais um garoto cadeirante e uma menina bissexual.

+ TV: Cao Hamburger: “A televisão brasileira tem que explorar mais os tabus”
Conheça a nova safra de gatos e gatas das séries

Divulgação/TV Cultura
Apesar de gêmeos, os irmãos Pedro e Bianca são bem diferentes: ele é tímido, enquanto ela é extrovertida

“Acho que esses temas fazem parte da realidade de um jovem brasileiro. O Brasil é um país cheio de culturas e histórias muito diversas, e faz parte da nossa vida mostrar, entender e valorizar as diferenças na tela”, avalia o diretor de criação Cao Hamburger, responsável por sucessos dos anos 1990 como “Castelo Rá Tim Bum” e “Disney Club”.

Em sua primeira temporada, que terá 46 episódios, de 30 minutos cada, “Pedro & Bianca” promete não fugir de temas polêmicos, falando de sexo, gravidez, bebida, drogas, namoro, preconceito, trabalho e faculdade de uma maneira franca.

Siga o iG Jovem no Twitter

“Faltava essa abordagem na TV brasileira. Eu queria há muito tempo falar sobre jovens, com profundidade e leveza, alguma poesia e um toque de humor”, conta Cao Hamburger. 

“A série não mostra o adolescente como um cara bobo. Estamos falando dos problemas de um adolescente de uma nova maneira, e isso vai fazer as pessoas se identificarem e quererem nos assistir”, diz o ator Giovanni Gallo, que interpreta Pedro.

LEIA MAIS: Para conhecer Lady Gaga, fã fica uma semana sem banho
Veja todas as fotos de "Amanhecer - Parte 2"

Apesar de serem irmãos, Pedro e Bianca são muito diferentes. Pedro é um cara quieto e observador. “Acho que o Pedro é bem parecido comigo em alguns aspectos. Ele sempre faz mil planos malucos, mas no fim, nunca consegue fazer nada direito. E ele é tímido também”, explica o ator de 17 anos.

Filhos de pai negro (Thogun) e mãe branca (Gorete Milagres), os gêmeos Pedro e Bianca são os protagonistas da nova série da Cultura. Foto: Divulgação/TV CulturaCom personagens polêmicos, como uma garota bissexual e um menino cadeirante, a série estreia nesse domingo (11), às 14h30 horas. Foto: Divulgação/TV Cultura"Pedro & Bianca não mostra o adolescente como um cara meio bobo. As pessoas vão gostar disso", aposta o ator Giovanni Gallo (Pedro). Foto: Divulgação/TV CulturaAmbientada em uma escola pública, a atração promete mostrar o mundo jovem de maneira menos careta que "Malhação" e "Rebelde". Foto: Divulgação/TV CulturaO relacionamento com a família é outro tema importante em "Pedro & Bianca". Foto: Divulgação/TV CulturaA criação da série é chefiada por Cao Hamburger, que dirigiu "Castelo Rá Tim Bum" na década de 1990. Foto: Divulgação/TV Cultura

Bianca (Heslaine Vieira), por sua vez, é uma extrovertida, animada e irreverente. “Ela não é a mais bonita da sala, mas se destaca pelo jeito dela. É muito saidinha, e sempre tem várias ideias na cabeça, além de ser muito decidida”, avalia a atriz que interpreta a personagem.

Na maior parte do tempo, Pedro e Bianca vivem enchendo a paciência um do outro. “É aquela coisa que quem tem irmão entende. Eles estão sempre querendo cutucar um ao outro, não perdem a chance de fazer uma zoação. Mas, no momento que um precisar do outro, eles vão ter o seu momento de se abraçar e se ouvir”, diz Giovanni.

Curta o iG Jovem no Facebook

Já no primeiro episódio da série, “Entre Nascer e Morrer, a Gente Cresce”, a união dos irmãos é evidente, especialmente quando Bianca é a única pessoa da escola a ficar do lado do irmão depois que ele sofre um trote dos veteranos em seu primeiro dia de aula.

Produzida pela TV Cultura em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, “Pedro & Bianca” teve seu projeto orçado em R$ 7 milhões, e foi gravada na E. E. Alberto Torres, no bairro do Butantã, em São Paulo.

CONTINUE LENDO: Separados no nascimento: veja os ídolos teen que são parecidos!
Longo ou curto? Inspire-se nas famosas para escolher seu vestido de formatura

Leia tudo sobre: sériesTV CulturaPedro & BiancaCao Hamburgertelevisão

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG