Fama, dinheiro, drogas e disputa de egos: as brigas mais polêmicas da música

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Banda Pollo chegou ao fim após um desentendimento com o cantor Adriel, que ficou desaparecido por três dias. Relembre outros barracos entre integrantes de bandas

O grupo Pollo foi o assunto mais comentado da música brasileira na última semana, por conta do seu integrante Adriel, que ficou desaparecido por três dias e retornou justificando que estava "sem celular". A desculpa não convenceu os outros dois integrantes, o vocalista Tomim e o DJ Kalfani, e eles anunciaram o fim do trio, dono do hit "Vagalumes", trilha sonora da novela "Sangue Bom". Relembre outras brigas entre integrantes de bandas como Gun N' Roses, CSS, Oasis e Sepultura:

Pollo. Foto: DivulgaçãoOs Mutantes. Foto: DivulgaçãoGuns n' Roses. Foto: DivulgaçãoVan Halen. Foto: DivulgaçãoSepultura. Foto: DivulgaçãoPolice. Foto: DivulgaçãoIra!. Foto: DivulgaçãoBlack Sabbath. Foto: ReproduçãoOasis. Foto: - DivulgaçãoCansei de Ser Sexy. Foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM - Fofão, Xuxa, O Exorcista: 10 lendas urbanas da cultura pop
J.K. Rowling será roteirista de novo filme inspirado no mundo de "Harry Potter"

POLLO - Tudo começou quando o vocalista Adriel resolveu desaparecer do mapa sem dar explicações. Por conta disso, o grupo perdeu uma apresentação que teria no programa "Superpop" e resolveu avisar aos fãs que Adriel havia sumido. Três dias depois do último contato com os colegas de banda, ele reapareceu afirmando que estava sem celular e sem carro, em Minas Gerais, com a namorada. O bafafá foi Trending Topics e, depois disso, o vocalista Tomim e o DJ Kalfani anunciaram que estariam saindo da Pollo.

Reprodução
Axl Rose e Slash

GUNS N' ROSES - O grupo norte-americano foi do anonimato para as paradas da Billboard em 1987 com o lançamento do disco "Appetite for Destruction". Diz-se que o sucesso subiu à cabeça de Axl e a convivência ficou insuportável. Seis anos depois, ao fim da turnê "Use Your Illusion", cada um foi para seu lado. Slash e Axl não podem nem passar perto um do outro.

Curta a página do iG Jovem no Facebook

CSS - Tudo parecia bem entre o grupo paulistano em 2011: a banda estava fazendo alguns shows pelo mundo e havia lançado o disco "La Liberación". Mas, através de uma postagem no YouTube, o produtor Adriano Cintra avisou que estava deixando o CSS. O motivo? Ele acusa as outras integrantes de não ajudar em nada nas gravações dos discos. A briga aconteceu durante meses nas redes sociais, comentários, Tumblr, Orkut, mIRC, e até hoje ainda dá o que falar.

OASIS - Os irmãos britânicos Liam e Noel sempre brigaram desde o início do Oasis, nos anos 1990, e eram conhecidos pelo temperamento difícil. As coisas pareciam estar bem mas, em 2009, durante um festival de música em Paris, eles tiveram um mega-barraco, cancelaram o show e Noel anunciou que estava deixando o Oasis.

OS MUTANTES - Rita Lee e Arnaldo Baptista eram casados no auge da banda, nos anos 1970. Em meio ao clima de hippie da época, eles se mudaram para uma comunidade, nos arredores de São Paulo, e lá o amor livre rolou solto. Não deu certo e assim acabou o casamento e uma das melhores bandas que nasceu no Brasil. Rita Lee se lançou em carreira solo, bradando "sucesso, aqui vou eu".

Divulgação
Os Mutantes: Rita Lee cercada pelos irmãos Arnaldo Baptista e Sérgio Dias

THE POLICE - A banda foi formada nos fim dos anos 1970, em Londres, e seus integrantes viraram ídolos internacionais com hits como "Roxanne" e "Message in a Bottle". As tensões entre eles esquentaram logo em 1981 quando o cantor Sting teria passado a se sentir chefe do grupo, dando ordens e broncas em todos -- a versão é do guitarrista Andy Summer. O próprio Sting anunciou sua saída em 1984, depois da turnê milionária do álbum "Synchronicity".

SEPULTURA - Uma das bandas brasileiras de maior projeção internacional, o Sepultura estava no auge em 1996 quando os fãs souberam que o vocalista Max deixaria o grupo. A decisão de demiti-lo foi dos outros três integrantes, que alegavam que sua mulher Gloria, empresária da banda, estava dando mais espaço para ele que para os outros. O futuro do Sepultura ficou incerto por um tempo até que eles encontraram o americano Derrick para substituir Max.

Divulgação
Sepultura

BLACK SABBATH - Eles foram pioneiros do metal nos anos 1970 mas, nos bastidores do rock, mantinham uma relação conflituosa, regada a drogas e álcool. Em 1979, Ozzy Osbourne foi expulso do grupo por abusar muito de substâncias ilícitas. Ele só voltou a reencontrar o Black Sabbath em 2011, depois de quase 35 anos de brigas.

Siga o iG Jovem no Twitter

IRA! - A banda paulistana, formada nos anos 1980, passou por altos e baixos durante toda sua carreira. A briga que pôs um fim ao grupo, no entanto, aconteceu em 2007, quando Nasi quebrou o pau com o irmão, o empresário Airton Valadão, a caminho de um show em Minas Gerais, e anunciou sua saída. O Ira! chegou a fazer algumas apresentações sem ele, mas chegou ao fim pouco depois.

VAN HALEN - Drama entre os integrantes sempre foi a marca do Van Halen. Começou em 1985, após dez anos de estrada, quando o vocalista David Lee Roth se desentendeu com Ed Van Halen e passou a investir na carreira solo. Aparentemente, Roth tinha ciúmes de participações especiais que Van Halen fazia em discos de outros artistas. Depois dele, veio Sammy Hagar, que chegou a ficar na banda por mais dez anos, até 1996, e saiu porque não queria lançar uma coletânea com o grupo.

CONTINUE LENDO - Miley Cyrus fica nua no clipe de "Wrecking Ball"; veja
Não existe processo de “clareamento”, diz assessoria de Anitta após especulação

Leia tudo sobre: pollorockmúsicabriga

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas