Como ser um bom vocalista, segundo Mia do CW7

No Dia do Rock, aprenda com a estrela como se dar bem nos palcos: muito ensaio e aulas de canto são alguns de seus conselhos

Nathalia Ilovatte , iG São Paulo | - Atualizada às

Divulgação/ Gabriel Wickbold
Segundo Mia, levar brincadeiras numa boa é fundamental para a banda

Não foi fácil para a então estudante do ensino médio Amanda Wicthoff virar a Mia que todo mundo conhece. Cinco ou seis anos atrás, a vocalista da banda CW7 precisou fazer muitas aulas de canto e trabalhar bastante se apresentando em bares - sem nem ter idade para frequentá-los - até conseguir gravar um CD independente com os primos, que também compõem a banda, e fazer as músicas próprias deslancharem.

Getty Images
Jon Bon Jovi é a maior inspiração de Mia. Ela até batizou o cachorro em homenagem ao cantor

Siga o iG Jovem no Twitter

Hoje a banda de Mia tem quase quatro milhões de visualizações no canal oficial do YouTube e um cachorro do VMB faturado em 2011, na categoria Hit do Ano. Aos 21 anos, ela virou ícone de estilo com uma maquiagem inspiradora, a Make Mia, que mistura sombra preta com pink em um visual bem rock ’n’ roll.

Para comemorar o Dia do Rock, Mia dá dicas para aspirantes a vocalistas que desejam ter uma banda tão legal quanto o CW7:

- Montar a banda com gente que você já conhece e gosta é mais fácil, mas não adianta todo mundo ser amigo e não saber tocar; se estiver difícil achar integrantes, vale divulgar pela internet e chamar os interessados para uma audição. “Peça para o músico tirar algo que vocês gostem e que ele não tenha ensaiado. Ele precisa ter cabeça aberta e criatividade”, diz Mia;

- Preze pelo bom relacionamento entre os integrantes. “Todo mundo tem que se respeitar bastante, saber ouvir a opinião dos outros e aceitar brincadeiras”, afirma a vocalista;

LEIA TAMBÉM: Como ser um bom baterista, segundo Dani Weksler do NX Zero
Como ser um bom baixista, segundo Pe Lanza da Restart

- Se quer aprender a cantar, procure uma escola de música. “Os músicos autodidatas costumam ter vícios errados. Na escola de músicas os professores ensinam técnicas para não ter calos nas cordas vocais, por exemplo. É 100% recomendado”, aconselha;

Divulgação
Segundo Mia, nenhuma banda deve ficar esperando ser notada por uma gravadora

- Ensaie muito. Não só para tocar bem, mas para se entrosar com a banda. “Às vezes a gente só se olha nos shows e já sabe que precisa fazer determinada coisa. Mas só se conquista afinidade ensaiando bastante”;

- Não fique esperando uma gravadora abrir as portas para a sua banda. “Hoje as gravadoras buscam artistas que já estão estourando. É melhor gravar um CD independente e divulgar pela internet. O caminho para o sucesso é lento e trabalhoso”;

- Não pode ter vergonha de tocar cover. “Nós tocamos muito em barzinho em 2006 e 2007, e só músicas que estavam bombando nas rádios. Foi assim que juntamos dinheiro para gravar o primeiro CD e aprendemos a lidar com o público”, conta Mia.

CONTINUE LENDO: Como ser um bom guitarrista, segundo Rodrigo Tavares
Mia, do CW7: dicas de beleza infalíveis

Leia tudo sobre: MiaCW7entrevistaDia do Rock

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG