Carioca supera 100 mil adversários e entra para seleção mundial da Nike

Wallace Camilo, de 19 anos, é um dos dezesseis finalistas do programa “A Chance”, que reúne aspirantes a craques para treinar na Europa e enfrentar grandes clubes como o Manchester United

Bruno Capelas , iG São Paulo |

Divulgação
Na seletiva final, Wallace marcou um gol de falta, que o colocou entre os 16 craques do time da Nike


Após passar pelos times do Boavista e do Resende , ambos no interior fluminense, o jovem Wallace Camilo já havia desistido do sonho de jogar futebol para arranjar um emprego e ajudar as contas da família. Mas a vida do carioca do bairro de Padre Miguel mudou quando um amigo lhe avisou do programa “A Chance” .

Promovido pela Nike , o projeto selecionou em sua última seletiva, no sábado (25), Wallace e mais quinze adolescentes de todo o mundo para participar de uma seleção de futuros craques, a Nike Academy , que treinarão na Inglaterra e enfrentarão as categorias de base de grandes times do mundo, como a Juventus , da Itália, e o Manchester United , da Inglaterra.

Divulgação
Os treinos da última fase do "A Chance" foram realizados no campo do Barcelona, na Espanha

“Eu me sinto o homem mais feliz do mundo. Depois de já ter desistido do futebol, estou realizando o meu sonho. Está sendo incrível”, conta Wallace, de 19 anos, em entrevista ao iG .

Siga o iG Jovem no Twitter

Entre o começo da competição, que contou com etapas regionais e nacionais, e a seletiva final, realizada em Barcelona no sábado, o atleta - único latino-americano entre os finalistas - deixou para trás cerca de 100 mil adversários no mundo todo.

LEIA TAMBÉM: Juiz de futebol é protagonista em nova série da HBO
"Cartãozinho Verde": comentaristas mirins falam de bola como gente grande

Na final, na qual os jurados observaram comportamento dentro de campo, porte físico e técnico e o rendimento na partida, Wallace marcou um gol de falta. Para o atleta, a jogada foi a prova de que ele merecia mais uma chance.

“Eu tinha treinado bem durante a semana, mas não estava jogando bem na partida. O que me salvou, graças a Deus, foi aquele gol de falta”, diz o atleta, que joga como meio de campo desde os quatro anos de idade nas peladas de seu bairro, e é fã confesso de Ronaldinho Gaúcho , Neymar e Robinho . “Jogo no meio, centralizado, com bastante habilidade e movimentação”, explica o boleiro sobre sua função dentro do gramado.

Futebolês na ponta da língua
Para Wallace, a experiência de jogar com atletas de outros países foi um dos pontos altos do programa. “Foi bem legal, apesar de eu não entender muito bem o que as pessoas falavam. Mas dentro de campo, dava para se entender facilmente. Todo mundo fala um mesmo idioma ali, o futebol”, brinca o meia.

Além de treinar nas instalações do Barcelona, Wallace teve a chance de conhecer alguns ídolos. “Vimos os jogadores do 'Barça' e também o [zagueiro] David Luiz e o Marco Materazzi , que foi campeão do Mundo com a Itália”, conta o jovem, que não pegou nenhum autógrafo, mas quis tirar uma foto com o zagueiro da seleção brasileira.

Divulgação
Wallace sobe ao palco do "A Chance", após saber que é um dos 16 selecionados: "Estou me sentindo o homem mais feliz do mundo", disse ele

Enquanto espera de sua casa, no Rio de Janeiro, a ida para a Inglaterra onde vai se juntar aos outros quinze atletas no Nike Academy, Wallace faz planos já para primeiro salário: quer ajudar a mãe a pagar as contas de casa -- o pai morreu quando ele tinha 7 anos de idade. “Minha mãe teve que trabalhar muito para nos sustentar. Quero poder retribuir isso”, completa ele.

Em cinco anos, o carioca espera estar vestindo uma camisa amarela bastante conhecida nos gramados do mundo: “Quero estar jogando profissionalmente e, quem sabe, brigando por uma vaguinha na seleção brasileira que vai disputar a Copa de 2018 ”, explica Wallace.

CONTINUE LENDO:  10º Campeonato Brasileiro de Ioiô define representantes do Mundial
Bob Burnquist: “Só vou parar com o skate quando eu morrer”

Leia tudo sobre: futebolWallace CamiloNikeA Chance

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG