Não acordei Cinderella", diz autora do blog "Garotas Estúpidas

Aos 24 anos, Camila Coutinho mantém um blog visitado por 85 mil pessoas diariamente. Ao iG, ela fala sobre críticas e consumo

Nathalia Ilovatte, iG São Paulo |

Bruno Zanardo/Fotoarena
"No começo eu ia ao SPFW clandestina. Ninguém me credenciava", conta a blogueira de moda

“Você está pronta para se assustar?”, perguntou Camila Coutinho à maquiadora antes de tirar os óculos escuros. Aos 24 anos, a recifense é abordada na rua por ser dona de um blog de moda e beleza que tem 85 mil acessos diários, foi recomendado pela revista "Vogue" francesa e concorre a um prêmio internacional. Mas mesmo assim entrou no salão de beleza Marcos Proença fazendo piada de si mesma porque, segundo ela, "você não pode se levar tão a sério", disse, recém-chegada à São Paulo.

Camila passou três dias na cidade para gravar dois programas de televisão e experimentar o vestido de noiva com que entrará na igreja no dia 17 de março. Mal desembarcou e já correu para o primeiro compromisso: cabelo e maquiagem para as gravações.

De rabo de cavalo, vestido floral soltinho e sapatilha Chanel, começou a fazer as sobrancelhas e a contar como estão os preparativos para a festa e a lua de mel: “reunião de convite, por exemplo, eu fiz pelo Skype. E aí fechamos a viagem, vamos para Florença, Roma e Barcelona. Na Itália eu conheço a Toscana, mas não conheço Roma, que deve ser um bafo!".

Acostumada com a exposição, a blogueira não tem muitos pudores para falar sobre a própria vida. “É só você ter bom senso para escolher o que vai dividir, mas quanto mais Big Brother, mais as pessoas gostam”, disse, com a experiência que adquiriu em seis anos de "Garotas Estúpidas".

Getty Images
A blogueira diz não gastar muito fazendo compras: "a gente ganha muita coisa"
Como tudo começou

Apesar do sucesso do blog, Camila nunca planejou muita coisa. “Comecei para brincar. Quando o blog estava com dois anos e dois mil acessos por dia, meu pai me falou para comprar um domínio e fazer um layout”, recordou.

“Eu era estudante de moda e trabalhava em uma fábrica de surf wear de Recife. Eu era estagiária, fui promovida, e com um anunciante o blog começou a pagar meu salário”, disse, “aí eu pedi demissão, porque me dava mais prazer fazer o blog".

SIGA O IG JOVEM NO TWITTER!

Uma decisão um tanto arriscada em 2007, quando os blogs não eram tão profissionais quanto hoje, mas o "Garotas Estúpidas" continuou crescendo e Camila começou a ser abordada na rua. “A primeira pessoa que falou comigo foi uma brasileira em uma farmácia argentina. Ela estava olhando uma maquiagem no espelho e eu pedi licença, então ela disse: eu te conheço”, contou, ainda achando graça do título de celebridade.

Para Camila, que mal consegue circular pelos corredores do SPFW sem ficar rodeada de pessoas pedindo fotos, ainda é estranho ser reconhecida: “isso é bizarro! Mas eu fico feliz, porque aconteceu aos poucos, eu não acordei Cinderella", brinca.

Hoje a blogueira trabalha de casa, mantém uma equipe com fotógrafo, dois colunistas, um responsável pelas finanças e uma pessoa que cuida do departamento comercial, mas não revela o quanto lucra com o blog.

“Não tenho preocupação com quanto ganho com anúncios fixos porque varia bastante, mas já está em um momento em que o mínimo está super ok para o que eu preciso. Estou bem”, falou, explicando que os lucros não são lineares porque alguns contratos com anunciantes são trimestrais e outros semestrais.

Bruno Zanardo/Fotoarena
"Vivem falando que o meu joelho é gordo", ri Camila, que diz não se importar com as críticas
Camila diz que gasta pouco, “porque a gente ganha muita coisa”, mas já teve alguns ataques de consumismo, como uma viagem de última hora para a Itália e a Holanda e uma bolsa Chanel que ela precisou visitar cinco vezes na loja antes de se decidir pela aquisição.

Além dos poucos delírios de consumo e do reconhecimento, o crescimento do blog deu a Camila passe livre a eventos como o SPFW. “No começo eu ia clandestina. Ninguém me credenciava, então eu dava o meu jeito, pegava convite com um e com outro, pegava a câmera da minha irmã e fazia a cobertura que eu conseguia”, lembrou ela. Hoje Camila consegue credenciar uma equipe de cinco pessoas no evento.

Bruno Zanardo/Fotoarena
Para manter o sucesso do blog, Camila pretende transformá-lo em uma marca, com eventos e produtos
Os trolls

Como de praxe, o sucesso trouxe críticas. Com a disseminação dos blogs de moda, outras publicações nasceram para fazer piada com as blogueiras. “Eu leio esses blogs e acho legal quando a crítica é plausível, porque em todo lugar, toda profissão tem seus clichês”, revela.

LEIA MAIS
> Enquete: qual é o seu meme favorito?
> Luísa Marilac: "não largo minha Guarulhos por nada"
> Luiza do Canadá lança blog de moda

Algumas leitoras também usam o espaço de comentários para atacá-la. “Vivem falando que o meu joelho é gordo. Uma vez viram o piso da minha casa em uma foto e disseram que eu devia vender minhas bolsas para trocar aquele piso, que era uma pobreza”, ri.

No entanto, Camila lida bem com os gongos: “ninguém tem a obrigação de me achar bonita, magra ou legal, as pessoas tem o direito de não gostar também”.

A blogueira tem autoconfiança, sucesso, reconhecimento... Mas será que dura para sempre ou a moda dos blogs de moda uma hora chegará ao fim? Quando questionada sobre o futuro, Camila pareceu despreocupada e, entre uma mecha de baby liss e outra, disse não se imaginar fazendo outra coisa. “Eu acho que os blogs não vão deixar de existir. Eles evoluem e as pessoas têm que acompanhar as coisas, agregar novidades. Mas não acho que essa janela vá fechar agora que as pessoas se acostumaram”, afirma a empreendedora.

Para acompanhar as mudanças da internet, Camila pretende transformar o "Garotas Estúpidas" em uma marca que engloba produtos, eventos e um repertório mais amplo do que o atual. Para ela, o blog já chegou em um estágio que permite esse crescimento. "Também, se eu não evoluísse em seis anos, né?", brincou, falando sério sobre os planos mas, ainda, sem se levar a sério.

Conheça: Garotas Estúpidas - http://www.garotasestupidas.com/

Leia tudo sobre: internetblogwebhitmoda

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG