Jennifer Lawrence: “Não combino com o estilo de vida hollywoodiano”

Na segunda parte de nossa conversa, protagonista da saga “Jogos Vorazes” fala sobre sua paixão pelo cinema e a baixa auto-estima

Rosa Gamazo |

Getty Images
Em "Jogos Vorazes", Jennifer Lawrence é a protagonista Katniss Everdeen

iG: Você se vê como uma futura estrela?
Jennifer Lawrence:
Eu não tenho tanta certeza que isso vai acontecer, e eu não estou sendo humilde (risos). Eu tenho baixo auto-estima. Mas é muito legal que as pessoas digam isso...

iG: De onde vem a sua baixa auto-estima?
Jennifer Lawrence:
Eu sou uma pessoa comum (risos), é algo que acontece com todas as mulheres. “Se eu pudesse perder uns dez quilos, então eu vou ficar bem. Ou se eu conseguir ter uma franja legal, então eu vou ficar linda” (fazendo graça). Sempre vai ter alguma coisa que a gente quer mudar, ou pensa que se mudasse ia ficar perfeita. E toda vez que eu termino uma conversa com alguém, penso que me acharam totalmente louca ou estranha. São inseguranças que todo mundo tem.

LEIA TAMBÉM: Conheça os protagonistas da nova saga teen "Jogos Vorazes"
INFOGRÁFICO: Tudo que você precisa saber sobre a nova saga "Jogos Vorazes"

Divulgação
Jennifer foi indicada ao Oscar em 2011 pelo filme "O Inverno da Alma"
iG: O que você acha que vai te ajudar a manter os pés no chão?
Jennifer Lawrence:
Minha família e meus amigos. Eu só costumo sair com pessoas que não me tratam de maneira diferente por causa da fama. Elas conhecem o meu “eu verdadeiro”. Não quero mudar quem eu sou, estou feliz assim. Eu não combino com o estilo de vida hollywoodiano. “Ah, não vejo a hora de ter um chihuahua” (ri). Tenho uma famíla saudável, eu vou ficar bem. Eu acho.

Siga o iG Jovem no Twitter

iG: Qual é a sua maior preocupação sobre a sua personalidade?
Jennifer Lawrence:
Acho que sou muito estranha. Sempre que eu vou dizer algo que acho sensacional ou engraçado, as pessoas reagem dizendo: “Como é que é?”. Constantemente me vejo nessa situação quando digo algo sem pensar direito e acho que todo mundo está pensando a mesma coisa – mas na verdade só eu estou pensando nisso.

iG: Qual é o seu filme mais estranho que você gosta?
Jennifer Lawrence:
“Huckebees – A Vida é uma Comédia”. É o meu filme favorito, acho muito engraçado.

iG: Como você lida com o lado do glamour e da moda de Hollywood? Você está interessada nisso?
Jennifer Lawrence:
Não muito. Gasto bem pouco tempo pensando nisso. Tenho as roupas que eu quero usar, e aí ponho o vestido, pareço fantástica por três ou quatro horas, ou por quanto tempo dura o evento, e aí acabou. Então, eu lido muito bem.

LEIA TAMBÉM: “Jogos Vorazes” estreia com expectativa de ser nova febre

iG: Você gosta de se arrumar ou é mais relaxada?
Jennifer Lawrence:
Acho que você pode ver isso pelas fotos minhas na internet. Nada de muita maquiagem... Quer dizer... Se eu vou sair, não me visto de uma maneira relaxada. Ainda uso salto alto e ponho maquiagem e tudo mais. Não é que eu odeie os vestidos que eu tenho de usar no tapete vermelho. Sempre acho divertido tentar encontrar o vestido certo.

Getty Images
Estilo de Jennifer Lawrence no tapete vermelho: linhas clássicas porém ousadas

iG: Você diria que é uma cinéfila?
Jennifer Lawrence:
Sou grande fã de diretores. Amo diretores e sempre vejo muitos filmes, mas sempre acho que nunca assisto o suficiente. Anton Yelchin, com quem eu trabalhei em “Um Novo Despertar”, é assim. Bradley Cooper também. Adoraria ser desse jeito, mas não sou cinéfila não.

Divulgação
No filme “Um Novo Despertar”, de 2011, Jennifer foi dirigida pela atriz Jodie Foster
iG: Como foi trabalhar com Jodie Foster em “Um Novo Despertar”?
Jennifer Lawrence:
Trabalhar com ela foi a experiência mais sensacional da minha vida, porque ela é brilhante, genial - e uma atriz impressionante. Acho que eu nem precisava dizer isso, na verdade. Ela também é uma diretora incrível, e a única pessoa famosa que eu conheço que é simplesmente legal. Quer dizer, todo mundo famoso que eu conheci é legal. Mas ela é absolutamente normal, sem delírios de fama. Ela é uma mãe, uma pessoa normal, e isso me deixou feliz. É um alívio pensar que eu também posso ser desse jeito.

Curta o iG Jovem no Facebook

iG: Ela te deu algum conselho?
Jennifer Lawrence:
Não. Ela não disse nada, não era capaz de colocar em palavras. Eu aprendi apenas olhando o que ela fazia. Enquanto atuávamos, ela me ajudou de mil maneiras possíveis.

iG: E como foi com Mel Gibson?
Jennifer Lawrence:
Ele foi ótimo. Ele está fantástico no filme, é um ator incrível, um cara realmente muito legal.

iG: Onde você se vê daqui a dez anos?
Jennifer Lawrence:
Eu amo fazer filmes. Amaria se eu pudesse atuar bastante e, daqui a dez anos, pudesse parar um pouco pra ter uma vida e uma família normal. Eu provavelmente gostaria de estar por trás das câmeras e participar da produção. Espero que as coisas deem uma desacelerada em dez anos. As coisas estão indo bem agora porque eu só tenho 21 anos, mas conforme o tempo for passando, gostaria de dar uma acalmada. Tenho certeza que vou fazer isso.

LEIA A PRIMEIRA PARTE - Jennifer Lawrence: "Minha vida não vai voltar a ser como era"

Leia tudo sobre: jogos vorazes

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG